URUGUAY
TANNAT

Uruguay Tannat

Tannat é uma uva vermelha historicamente cultivada no sudoeste da França. Atualmente é uma das uvas mais importantes do Uruguai, onde é considerada a “uva nacional”.
Os vinhos tannat produzidos no Uruguai são muito diferentes em suas características dos vinhos da Apellation d’Origine Controlée (AOC) Madiran, pois possuem um corpo mais leve e menos tanino.

O seu solo argiloso e o regime equilibrado de sol, chuva e temperaturas são ótimos para o crescimento das vinhas, que sem necessidade de rega repousam em terrenos com topografia ligeiramente ondulada. No país existem 190 vinícolas e cerca de 7.000 hectares de vinhedos.

O clima uruguaio tem uma influência marítima semelhante à de Bordéus. A intensidade luminosa é semelhante à da Argentina e do Chile, embora com a refrescante influência dos ventos oceânicos.

Os vinhos aqui produzidos são geralmente de baixo teor alcoólico porque na sua maturação morfológica a uva atinge entre 12-12,5% de potencial alcoólico, e um bom equilíbrio natural entre acidez e fruta. Seus taninos estão presentes porém suaves.

O Uruguai obteve inúmeros prêmios internacionais por seus vinhos de alta qualidade, harmoniosos e elegantes. A estratégia da viticultura uruguaia é a qualidade e não a quantidade.

A variedade vermelha Tannat foi introduzida no Uruguai por volta de 1870 por imigrantes bascos, tornando-se mais tarde a cepa estandarte nacional, perfeitamente adaptada ao nosso solo e clima. Considerada uma uva exótica, sua demanda vem crescendo rapidamente.

Aproximadamente um terço da área vinícola do Uruguai é propriedade da Tannat, por isso é o único produtor do mundo onde se cultiva em maior quantidade do que em sua terra de origem: Madiran, no sudoeste da França. O Tannat tem ótima estrutura, corpo e cor. É um vinho poderoso, ideal para acompanhar carnes, principalmente assados.

O vinho Tannat, consumido com moderação, é benéfico para a saúde. É a variedade que contém os maiores níveis de polifenóis que fornecem o Resveratrol, com efeito antioxidante que reduz o colesterol LDL, e as procianidinas oligoméricas, potentes protetores cardiovasculares por seu efeito vasodilatador e que aumentam a oxigenação das hemácias.

As vinícolas uruguaias produzem vinhos Tannat suaves, com ou sem envelhecimento em barricas de carvalho. Sua complexidade e estrutura sólida permitem a produção de cortes com outras variedades, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc, Syrah, Malbec, Petit Verdot e até Viognier. Do Tannat também são feitos vinhos espumantes, licores e aperitivos.